Durante todo o período 2011-2015, desde os diferentes âmbitos que compõem a dimensão social do MERCOSUL, se tem levado adiante atividades relacionadas com os eixos, diretrizes e objetivos prioritários do Plano Estratégico de Ação Social. Podemos identificar uma variedade de ações, que vão desde normas, acordos, protocolos, estudos, cursos e seminários que podem referenciar-se ao PEAS. O volume destas ações é de uma entidade apreciável.

As Presidências Pro Tempore do MERCOSUL de Argentina (2014), Brasil e Paraguai (2015) geraram iniciativas orientadas a sistematização destas ações, que se tem desenvolvido nas reuniões setoriais. No marco das reuniões que se desenvolveram no último semestre de 2015, se acordou a iniciativa de realizar uma avaliação sistemática do PEAS. Para tal fim, se instruiu ao ISM a implementa-la com dois objetivos básicos: i) sistematização das ações setoriais e ii) revisão de seu conteúdo.

A Presidência Pro Tempore de Uruguai (2016) recorreu este acordo de trabalho, gestado durante as anteriores presidências do bloco. Sobre a base desta necessidade de medir o impacto e o alcance do PEAS, se assentaram as bases para o lançamento do processo de avaliação e revisão do referido instrumento, sob a coordenação do ISM, a ser realizado durante o primeiro semestre do ano de 2016.


> Antecedentes do processo


> Desenho metodológico e ações no marco do processo de atualização


> Trabalho no marco da consultoria